Unidade

São Paulo - SP +55 11 2387-8057   |   +55 11 99553-4341

contato@tstour.com.br

Rua Cajaiba, 943 - Sala 02 -  Vila Pompeia, São Paulo – SP 05.025-000

Siga-nos

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
certificado cadastur site.jpg

© TSTour 2015 - Todos os direitos reservados

  • TSTour Agência de Viagens e Turismo

BLOG TSTOUR - DESCUBRA O ESPÍRITO SANTO


Para quem ainda não conhece o Espírito Santo, o estado tem grande diversidade cultural e belezas naturais das mais variadas. Vamos falar um pouco sobre esse estado brasileiro que pode nos surpreender em muitos aspectos. Vale a pena conferir!


VITÓRIA, A CAPITAL

Uma das muitas áreas arborizadas de Vitória.

Vitória é uma das menores capitais brasileiras, talvez por isso seja tão organizada. Com aproximadamente 350 mil habitantes, é uma cidade muito limpa (incluindo as praias), arborizada E com espaços públicos adequados para a prática de esportes para pessoas de todas as idades. A prefeitura disponibiliza espaços de apoio ao exercício, espalhados pela cidade. Existem diversos parques e praças na orla da cidade, e ciclovias onde os turistas podem andar alugando bicicletas ou patinetes.

Em Vitória, é possível comer bem por preços acessíveis, com destaque para a culinária regional baseada em frutos do mar, na qual o principal prato é a Moqueca Capixaba. Para os nativos, apenas Moqueca, já que para eles, a verdadeira surgiu lá.

A vida noturna é bem ativa na cidade, destaque para a região do Triângulo das Bermudas onde existem bares e restaurantes para todos os gostos. É comum vermos pessoas circulando tranquilamente no calçadão da Praia de Camburi até de madrugada, tamanha é a sensação de segurança que a região transmite.



VILA VELHA

Em primeiro plano, o Convento da Penha em Vila Velha. Ao fundo, a capital Vitória.

Mais antiga e maior que Vitória, Vila Velha fica no território onde os colonizadores portugueses chegaram primeiro. Depois de serem expulsos pelas tribos Tupi e Tupi-Guarani que habitavam o local, os lusos se mudaram para o lado onde hoje está a capital. Em Vila Velha, um passeio que não pode faltar é a subida ao Convento da Penha (Nossa Senhora da Penha é a padroeira do estado) situado no alto de um penhasco, foi construído pelos portugueses por volta de 1558. É uma construção que chama a atenção pela sua localização encravada na rocha, mas o que é realmente enche os olhos é a vista incrível que temos do alto do penhasco, com destaque para a Terceira Ponte, que liga as duas cidades (na imagem acima). Vale a pena subir pra conferir!



PRAIAS E VIDA MARINHA

A cidade de Guarapari e suas praias, baleia jubarte na costa do Espírito Santo e a tartaruga marinha, um habitante comum nas praias capixabas.

As praias no Espírito Santo são mais limpas que em muitos outros estados graças ao sistema de tratamento da água, que é despejada no mar somente após a retenção de dejetos. As principais praias do estado são, em Vitória: a de Camburi, da Curva da Jurema, da Ilha do Boi, das Castanheiras e do Canto. Em Vila Velha: a de Itapoã, da Costa e a Praia Secreta. Na cidade de Serra, existe o Balneário de Manguinhos. Também temos as bonitas praias das cidades de Guarapari (na foto acima) e Anchieta (destaque para o balneário de Iriri, com praias de águas tranquilas e próprias para prática de esportes náuticos como caiaque, jet ski, etc). Tartarugas marinhas nadam livremente em muitas destas localidades e o projeto Tamar está presente no estado. Uma atração à parte, são as baleias jubarte que podem ser vistas próximo a costa capixaba entre os meses de junho e novembro. Em breve haverá um passeio turístico de barco saindo de Vitória, para podermos ver essas gigantes de perto.



MONTANHAS CAPIXABAS

Na foto maior, a Pedra Azul que fica dentro do Parque Nacional de mesmo nome. Nas fotos menores, habitantes de Domingos Martins vestindo trajes típicos alemães e o Socol, iguaria produzida por famílias italianas.

Existem também regiões serranas no estado, a principal delas é onde ficam as cidades Domingos Martins de influência alemã, e Venda Nova do Imigrante de influência italiana. As cidades ainda carregam traços marcantes dos imigrantes europeus, desde os costumes até a arquitetura, e são referência no ramo do Agroturismo. Na região existem fazendas de cultivo de morango e café, muita Mata Atlântica e bom roteiro gastronômico. O Socol é um destaques da gastronomia local (na foto menor acima), embutido de carne de porco produzido por algumas famílias italianas. Outros atrativos da região são: o clima ameno e as belas montanhas, sendo a Pedra Azul (na foto acima, que muda de tom conforme a luz do sol e que fica dentro do Parque Nacional da Pedra Azul) a mais vistosa. Existe um passeio de dia inteiro saindo dos hotéis de Vitória e Vila Velha, visitando a região.



CACHOEIRAS

Cachoeira Alta, em Cachoeiro de Itapemirim.

Com o forte calor em alguns dias, todo mundo busca um jeito de se refrescar. Para a maioria dos capixabas é fácil recorrer a uma das diversas praias do estado, mas para quem não curte areia e água salgada, explorar as belas cachoeiras do Espírito Santo é uma ótima pedida.

Algumas das principais cachoeiras capixabas são: de Matilde em Alfredo Chaves, Véu de Noiva em Santa Leopoldina, Alta em Cachoeiro de Itapemirim, da Fumaça em Alegre, de Hidrolândia em Iúna, do Turco em Guarapari, Alto Laje em Baixo Guandú.



FOLCLORE E ARTESANATO

À esquerda, pastorinhas usando seus tradicionais trajes folclóricos durante as festas de fim de ano. À direita, artesã (paneleira) moldando a tradicional panela de barro.

Folclore - O Espírito Santo possui folclore de origem afro, bíblica e européia. O reisado, ligado ao ciclo natalino, simboliza o nascimento de Cristo. Ao lado da festa de São Benedito. Outra manifestação de origem bíblica e que aparece às vésperas do Natal e do Ano Novo são as pastorinhas. De origem afro, sobrevivem no Estado o jongo, mais de vinte bandas de congo e o ticumbi. As outras manifestações folclóricas existentes são as cantigas de roda, de origem ibérica, e as quadrilhas que animam as festas juninas, de origem francesa.

Artesanato - As panelas de barro e as conchas são os principais tipos de artesanatos produzidos no Espírito Santo. O mais tradicional, as panelas de barro, chegam a ser o símbolo da culinária capixaba. A fabricação é totalmente artesanal, usando técnicas trazidas pelos escravos há mais de 400 anos. As paneleiras mantêm a sua produção no Bairro de Goiabeiras Velha, em Vitória. Depois que é moldada em barro, a panela passa por um processo de queima, em fogo de lenha. Depois, as panelas recebem pintura de tanino, retirado das cascas de madeira do mangue. A tradição é tão forte, que a Moqueca, para ser de fato capixaba, tem que ser preparada na panela de barro. Caso contrário, não é Moqueca!



A "hashtag" acima pode ser encontrada em letreiros espalhados por todo o estado.

Acreditem, ainda tem mais coisas no Espírito Santo que vai te surpreender positivamente, mas vamos deixar que você descubra quando viajar para lá. Falando em viagem, a capital Vitória tem um aeroporto recém inaugurado e uma malha aérea com muitas opções. São 20 (isso mesmo, VINTE) voos diretos regulares partindo diariamente dos aeroportos de São Paulo (GRU, CGH e VCP), sem contar os voos com escalas. Uma última recomendação para você que tem as terras capixabas como próximo destino: cuidado, porque é bem capaz de você querer ficar por lá.


Bora descobrir o Espírito Santo? A TSTour te leva!

48 views