Coronavírus - Notícias sobre viagens e orientações.



Estamos acompanhando de perto as informações sobre a disseminação do Coronavírus (COVID-19) no mundo e em razão das últimas notícias, disponibilizamos informações e orientações para todos os viajantes que estão com dúvidas, daqueles que têm viagens programadas, aos que estão planejam viajar ou tiveram seus planos afetados pela pandemia de Coronavírus.



CUIDADOS COM A SUA SAÚDE

Atenção a sua higiene pessoal e siga as recomendações da OMS. Lave as mãos com água e sabão pelo menos 20 segundos e sempre que for espirrar e tossir cubra a boca e o nariz com o seu antebraço. 



PASSAGENS AÉREAS

Em razão a pandemia de Coronavírus, as principais companhias aéreas do mundo estão emitindo informes e comunicados flexibilizando as políticas de remarcação ou cancelamento de voos.


AZUL

Passagens domésticas operadas pela Azul até 31 de maio de 2020 poderão alterar ou cancelar seu voo. Em casos de alterações, poderá mudar a data do voo sem cobrança de taxas de alteração desde que o novo voo seja realizado até 31 de maio de 2020. Porém se houver diferença tarifária entre a viagem original e o novo voo, esta será cobrada.

Em casos de cancelamento, poderá cancelar a reserva sem custo de taxa de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras. A validade do crédito é de um ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível.

Passagens internacionais com destino de/para Lisboa ou Porto, Estados Unidos e América do Sul previstos para mês de março de 2020, poderão alterar ou cancelar seus voos, conforme as regras, abaixo:

Para alterações: poderá alterar a data do voo sem incidência de taxas de alteração desde que o novo voo seja realizado até 30 de junho de 2020. Havendo diferença tarifária, esta será cobrada.

Para cancelamento: poderá cancelar a reserva sem custo de taxas de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras (validade do crédito: 1 (um) ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível.)

Para mais informações entrar em contato com a Central de Atendimento da Azul no telefone (11) 4003-1118. 


LATAM

A Latam permitirá aos clientes com bilhetes emitidos entre 6 e 12 de março para voos internacionais a serem realizados até 31 de dezembro de 2020, que alterem a data e/ou destino. É permitida uma alteração por bilhete, sem multa, até 14 dias antes da partida do voo original, sujeita a diferenças tarifárias.

Já para bilhetes nacionais e internacionais emitidos entre 13 e 31 de março para voar até 31 de dezembro de 2020, a empresa irá permitir que o cliente altere a data e/ou destino sem custo (multa) sujeito a diferenças tarifárias. A mudança deve ser feita em até 5 dias antes da partida do voo original.

Os clientes que tiverem passagens com destino a Israel até 1 de abril e Itália até 30 de abril poderão viajar até 31 de dezembro de 2020, reprogramando a data ou destino da viagem sem multa, mas sujeito à diferença tarifária.

Para os voos cancelados, a Latam recomenda que acesse a opção “Reprograme seu Voo” no site. Se as alternativas oferecidas não atenderem às necessidades, o cliente poderá solicitar a remarcação do voo ou reembolso do bilhete por meio da Central de Atendimento.

Para mais informações, visite o site da empresa ou a central de atendimento 0300 5705700 ou (11) 4002-5700.


GOL

No sábado (14/3/2020) a GOL atualizou as suas regras de política de cancelamento e remarcações de voos durante a crise mundial causada pela pandemia de coronavírus. A regra é válida tanto para passagens para destinos nacionais como internacionais.

Quem estiver com bilhetes com reservas até o dia 14 de maio de 2020 poderá:

• Solicitar o cancelamento do bilhete sem custo e manter o valor em crédito para voos futuros. O valor ficará disponível para uso do cliente por até um ano após a data da emissão;

• Remarcar o bilhete para até 330 dias após a data da compra. Não haverá taxa de remarcação, somente diferença de tarifa, se houver;

• Pedir o reembolso da reserva sem taxa de cancelamento, no entanto, haverá a cobrança da taxa de reembolso conforme a tarifa adquirida.

A companhia também está oferecendo a mesma política para quem fizer uma reserva para voar até 14 de maio de 2020. Para realizar modificações em suas reservas que façam através do site, aplicativo GOL ou através da central de atendimento (0300 115 2121). Caso o seu bilhete tenha sido comprado através de uma agência de viagens, a tratativa é através da agência.


VOEPASS

A companhia aérea regional Voepass, ex-Passaredo, reduziu sua oferta de voos.

Para os voos cancelados, a cia está disponibilizando a reacomodação em outros voos operados pela empresa, ou a remarcação para voos futuros sem a incidência de qualquer multa ou penalidade. Todos os passageiros serão comunicados por e-mail.

Para os clientes que desejarem cancelar as passagens, os bilhetes serem remarcados sem a incidência de qualquer taxa de remarcação ou multa, e caso haja diferença tarifária, esta será cobrada.

Para os clientes não desejem realizar ou remarcar suas viagens, poderão utilizar o valor do crédito para utilização posterior, durante o período de um ano a contar da data do voo planejado.

Em caso de dúvidas os clientes podem entrar em contato pelo SAC 0800-7770297 ou pelo e-mail sac@voepassaredo.com.br. 


AEROLINEAS ARGENTINAS

Para bilhetes emitidos até 12 de março para voar para/de Estados Unidos, Europa e Ásia com data original de viagem até 31 de agosto:

• Alterações sem multa, pagando diferença de tarifa/milhas se houver para voar até 30 de novembro;

• Para devoluções, ver a regulamentação tarifária.

Para bilhetes emitidos até 12 de março para voar para/de todos os destinos incluídos voos domésticos (Exceto Estados Unidos, Europa ou Ásia) com data original de viagem até 30 de junho:

• Alterações sem penalidade, pagando diferença de tarifa/milhas se houver para voar até 30 de novembro.

• Para devoluções, ver a regulamentação tarifária.

Para os voos programados até 16 de março partindo para Roma, Madri, Miami, Nova York, se autoriza UNICAMENTE para aqueles passageiros que estejam regressando ao seu país de origem indistintamente da data de seu ticket:

• Alterações sem penalidade, pagando diferença de tarifa/milhas;

• Para devoluções, permitida em todos os casos sem multa.

A gestão de alterações de datas, rotas ou devoluções dos tickets deverão ser através do mesmo canal pelo qual foram adquiridos. Exceto aqueles tickets que tenham sido emitidos em aerolíneas.com deverão solicitar através dos escritórios, call center ou por Whatsapp +54 9 11 4940 4798 com código de reserva, data e destino. Os voos internacionais terão prioridade.


AEROMEXICO

Para as passagens emitidas antes de 9 de março com bilhete iniciado por 139 para qualquer destino internacional:

• Nenhuma taxa será aplicada, sendo a mudança de rota é permitida sem custo adicional. Em ambos os casos, se existir uma diferença de tarifa entre o bilhete original e o novo bilhete, essa diferença deverá ser paga no momento da alteração. Se o passageiro decidir não usar o serviço, o bilhete é válido por um ano a partir da data de emissão. A taxa de alteração aplicável e a diferença de tarifa serão aplicadas a novas datas de viagem. O valor não utilizado dos cupons pode ser emitido com uma nova passagem até 31 de outubro de 2020 (inclusive) para reservas com reserva e reemissão.

Bilhetes emitidos após 9 de março com bilhete iniciado por por 139 para qualquer destino internacional:

• nenhuma taxa será aplicada para as datas de partida, desde que a rota e a cabine permaneçam as mesmas. Caso haja alguma diferença na tarifa entre o bilhete original e o novo bilhete, essa diferença deverá ser paga no momento da alteração.


AIR CANADA

A companhia oferece alternativas aos passageiros com voos marcados para ou que passem pela China, Itália, Japão, Coréia do Sul e Irã. Clique aqui para ler as políticas de remarcação.

Para as passagens compradas entre os dias 4 e 31 de março de 2020, a Air Canada está oferecendo a possibilidade de alteração das viagens sem multa. A remarcação, no entanto, deve ser feita até 14 dias antes da data programada para o embarque.


AIR CHINA

A Cia tem uma das políticas de alteração ou reembolso das mais flexíveis.

Todos os bilhetes começando com o número 999 (incluindo bilhetes emitidos com milhas) adquiridos antes das 00:00 de 28 de janeiro de 2020 para voos operados pela Air China ou voos em parceria com código CA com uma data de viagem posterior a 1 de janeiro de 2020 (inclusive), podem pedir o reembolso sem custo adicional, que deve ser pedido antes da partida do voo. 


AIR EUROPA

A companhia cancelou todos os voos entre Madri e Milão e Madri e Roma entre 16 e 31 de março de 2020. Os clientes com voos cancelados serão reacomodados em outros voos da Air Europa, com possibilidade de alterar as datas de viagem ou pedir o reembolso.

Passageiros da Air Europa para a Itália com bilhetes que comecem por 996, emitidos até 23 de fevereiro para viajar até 15 de março poderão mudar a data do voo, conforme a validade do bilhete, ou mudar o destino e viajar até 15 de junho para outros lugares na Europa ou África. A companhia não cobra taxas para a remarcação, apenas diferença tarifária.


AIR FRANCE

O grupo Air France-KLM anunciou que vai reduzir sua oferta de voos de Amsterdã e de Paris em até 90% pelo menos durante dois meses. A empresa já havia suspendido seus voos para a China até 28 de março. A partir de 19 de março a companhia, em conjunto com a KLM, irá decidir se mantém a operação de um voo diário para Pequim e outro para Xangai. Os voos para Wuhan devem permanecer suspensos.

A Air France está oferecendo remarcação sem custo para todos os passageiros que tenham reservados passagens antes ou depois de 31 de março, com validade para viajar entre 3 de março e 31 de maio. A nova política é válida para bilhetes marcados para qualquer destino e a remarcação pode ser feita em voos até 31 de maio para o mesmo destino e classe tarifária.

As operações da companhia para a Itália estão mantidas por enquanto. Mas passageiros com voos marcados até 15 de março que preferirem adiar sua viagem para o país podem alterar a data sem custo para voar até 3 de abril.


ALITALIA

A evolução do Coronavírus na Itália e as consequentes restrições de viagens, a Cia flexibilizou as regras de remarcação até 31 de maio de 2020.

Todas as passagens emitidas até 3 de abril para viajar de 23 de fevereiro a 31 de maio, podem solicitar até 31 de maio (a solicitação também pode ser feita após a data programada da viagem):

• Alteração da reserva para viajar até 31 de dezembro.

• O reembolso com um voucher igual ao valor da passagem adquirida, válido por um ano, para voar para qualquer destino servido pela Alitalia.

Todas as passagens Alitalia (055) cujo voo tenha sido cancelado, podem solicitar até 31 de maio:

• Alteração da reserva para viajar até 31 de dezembro;

• Voucher de valor igual ao valor da passagem adquirida, válido por um ano, para voar para qualquer destino servido pela Alitalia;

• O reembolso da passagem.

Para alterar a sua reserva pode contatar diretamente a agência de viagens ou, para passagens adquiridas nos canais Alitalia, ligar para a Central de Atendimento (11) 3958-7959. 


AMERICAN AIRLINES

A American Airlines informa que vai suspender temporariamente todos os voos para o Brasil. Para os bilhetes comprados até 1 de março para todos os destinos da empresa e viagens programadas entre 1 de março e 30 de abril de 2020, a Cia está oferecendo isenção da taxa de alteração. A remarcação poderá ser feita para voos até 31 de dezembro de 2020 ou dentro de um ano a partir da data de emissão do bilhete, o que ocorrer primeiro. Se houver diferença de tarifa essa será cobrada.


AVIANCA INTERNACIONAL

A Avianca está oferecendo aos seus clientes a opção de alterar o itinerário sem penalidades se comprar bilhetes ou resgatá-los com milhas a partir de 9 de março até 31 de março de 2020, em rotas de e para os Estados Unidos, Canadá e Europa.


BRITISH AIRWAYS

A British cancelou todos os seus voos para Pequim ou Xangai até 17 de abril, oferecendo reembolso ou opções para remarcação das passagens. Além disso, a companhia está garantindo remarcação grátis em todas as reservas feitas entre 3 e 16 de março. 


COPA AIRLINES

A Copa está permitindo remarcação sem custo das passagens compradas entre 5 e 31 de março de 2020, para voos entre 5 de março e 15 de junho. 


DELTA

Passageiros voando com a Delta com bilhete expire em março ou abril está estendido para remarcar a reserva e a viagem até 31 de dez de 2020. Poderão remarcar seu bilhete uma vez sem cobrança da taxa de remarcação sujeito apenas a diferença tarifária. Os bilhetes comprados em março de 2020 também contarão com a possibilidade de uma remarcação sem incidência de multa.

Quem está viajando com origem, destino ou conexão na Europa ou Ásia até 31 de maio de 2020, poderá alterar o seu bilhete uma vez sem cobrança de multa. 


EMIRATES

Isenção de taxas para alterações nas reservas feitas até o dia 31 de março:

Bilhetes emitidos para viagens até 31 de maio

• Remarcações permitidas até 30 de junho;

• Mudança de itinerário permitida até 30 de junho somente para destinos selecionados A diferença de tarifa, se houver, será aplicada;

• Voucher de viagem com o valor da passagem;

• Reembolso de bilhetes não utilizados.

Para quem teve voo cancelado (não inclui Irã):

• Bilhetes emitidos até 31 de maio;

• Remarcações permitidas até 30 de junho;

• Mudança de itinerário permitida até 30 de junho somente para destinos selecionados Diferença de tarifa, se houver, será aplicada;

• Voucher de viagem com o valor da passagem;

• Reembolso de bilhetes não utilizados.


ETHIOPIAN

As taxas de alteração não são aplicáveis aos bilhetes emitidos a qualquer momento para viagens a partir de 1 março até 30 de junho de 2020. Se houver uma diferença na tarifa aérea ou nos impostos aplicáveis, devido à reemissão/redirecionamento do bilhete, será necessário cobrar o valor adicional. Os clientes podem alterar suas reservas para viajar até 31 de dezembro de 2020.

O reembolso será permitido gratuitamente se apenas o voo original mostrado no bilhete for cancelado. O reembolso total pode ser feito gratuitamente para datas de viagem entre 1 de março de 2020 e 30 de junho de 2020, emitindo um voucher de igual valor para ser utilizado dentro de um ano após a emissão.

Se for necessário reembolsar o voucher, será aplicada a regra aplicável no momento da compra do bilhete.


IBERIA

Para bilhetes emitidos até 11 de março e voando entre 1 de março a 30 de abril, a Cia permite alterar as datas ou solicitar um voucher para o valor do bilhete. Para solicitar o voucher é necessário preencher o formulário online. A alteração de datas pode ser efetuada até o dia 30 de novembro. Se preferir o voucher, este será válido até 31 de dezembro.


KLM

O grupo Air France-KLM anunciou que vai reduzir sua oferta de voos de Amsterdã e de Paris em até 90% pelo menos durante dois meses. A empresa já havia suspendido seus voos para a China até 28 de março. A partir de 19 de março a companhia, em conjunto com a Air France, irá decidir se mantém a operação de um voo diário para Pequim e outro para Xangai. Os voos para Wuhan devem permanecer suspensos. A companhia segue operando para a Itália, mas oferece flexibilidade para remarcação dos bilhetes.

Passageiros com voos para Milão, Veneza ou Bolonha entre 25 de fevereiro e 15 de março poderão remarcar seus voos para até 3 de abril.

A empresa recomenda alterar os planos de viagem online, por meio da seção “Minha viagem”. É possível solicitar um voucher com o crédito do valor pago, dependendo do caso.


LUFTHANSA

O conglomerado Lufthansa, Swiss e Austrian permite que o passageiro escolha entre a alteração da data da viagem ou reembolso gratuitamente.

Até 31 de março de 2020, as cias cancelarão as taxas de remarcação de passagem para todos os novos voos reservados globalmente e oferecerão a possibilidade de remarcá-la uma vez gratuitamente independente das condições da reserva realizada originalmente. Os clientes poderão remarcar sua viagem para uma nova data até 31 de dezembro de 2020 sem o pagamento de taxas de remarcação.

Para bilhetes emitidos antes ou em 5 de março com uma data de viagem até 30 de abril de 2020, o bilhete poderá ser remarcado dentro do período de validade original ou até uma nova data de viagem até 31 de dezembro de 2020 sem taxas de remarcação.

Para bilhetes emitidos antes ou no dia 12 de março com uma data de viagem até 30 de abril de 2020, poderá cancelar sua reserva sem gerar uma nova. Você poderá decidir até 1 de junho até reservar um novo voo. A nova data da viagem deve estar dentro da validade do seu bilhete ou até 31 de dezembro de 2020.


NORWEGIAN

A Norwegian não está cobrando taxa de alteração para reservas de viagens de todos voos internacionais (exceto nos países nórdicos) até 30 de novembro de 2020, para reservas feitas entre 6 de março e 22 de março de 2020.

As alterações serão feitas em outro voo em que haja disponibilidade no mesmo tipo de bilhete. Os destinos só podem ser alterados para outro voo internacional (exceto voos nos países nórdicos). A remarcação pode ser feita apenas uma vez. Toda a viagem (incluindo voo de volta) deve ser concluída até 30 de novembro de 2020. Qualquer diferença de preço entre o voo existente e o novo será aplicada. Não será fornecido um reembolso pela diferença de preço se uma tarifa mais barata for selecionada.

Caso a compra tenha sido através de agência de viagens ou terceiros, a Norwegian solicita entre em contato com eles.


QATAR AIRWAYS

A Qatar flexibilizou a política de remarcações. Para viagens até 30 de junho de 2020, as passagens podem ser alteradas gratuitamente. No caso, é possível mudar tanto as datas da reserva ou trocar a passagem por um voucher de viagem válido por um ano.

Passageiros com destino a Pequim, Xanghai, Guangzhou, Hangzhou, Chongqing, Chengdu ou Hong Kong com voos partindo até 31 de março podem solicitar a remarcação ou reembolso sem custo.


SWISS

A Swiss também flexíbilizou as regras para remarcação de passagens aéreas válidas para reservas já existentes e reservas futuras. A Cia vai isentar a taxa de remarcação de todos os novos voos reservados e oferecerá a possibilidade de uma remarcação gratuita independente das condições originais da reserva.

A isenção tem efeito imediato e estará em vigor até 31 de março de 2020. Para bilhetes já emitidos, a isenção se aplica a bilhetes emitidos até 5 de março de 2020 com voos cujo embarque acontecerá até 30 se abril de 2020. As viagens poderão ser remarcadas para uma nova data até 31 de dezembro sem o pagamento de taxa de remarcação.

A nova política de remarcação é válida independentemente das condições tarifárias. Os aeroportos de partida e destino devem permanecer os mesmos. Além disso, se a tarifa original não estiver mais disponível, a diferença tarifária correspondente deverá ser paga. A remarcação de passagens deve ser realizada antes da data original da viagem.


TAP

A TAP Portugal divulgou a suspensão imediata de algumas rotas devido à pandemia do novo coronavírus, são mais de 3,5 mil voos cancelados entre março e maio.

A Cia está garantindo a possibilidade de remarcação dos bilhetes emitidos entre os dias 8 e 31 de março de 2020 sem o pagamento da taxa de alteração associada. A alteração gratuita terá que ser solicitada com antecedência de 21 dias em relação à da data do primeiro voo, e é aplicável a todas as rotas TAP e a todas as datas de viagem.

Para passagens emitidas até 7 de março com destino a Itália, Estados Unidos, Israel, a alteração gratuita é aplicável e será cobrado apenas a diferença tarifária, caso exista. A nova data de viagem precisa ter início até 31 de dezembro deste ano ou até 12 meses desde a data original de emissão do bilhete e somente em voos operados pela TAP.

Para viagens posteriores a 31 de maio de 2020, a recomendação da TAP é aguardar a evolução da situação e verificar novamente junto da empresa quais as alternativas disponíveis.