Coronavírus - Notícias sobre viagens e orientações.



Estamos acompanhando de perto as informações sobre a disseminação do Coronavírus (COVID-19) no mundo e em razão das últimas notícias, disponibilizamos informações e orientações para todos os viajantes que estão com dúvidas, daqueles que têm viagens programadas, aos que estão planejam viajar ou tiveram seus planos afetados pela pandemia de Coronavírus.



CUIDADOS COM A SUA SAÚDE

Atenção a sua higiene pessoal e siga as recomendações da OMS. Lave as mãos com água e sabão pelo menos 20 segundos e sempre que for espirrar e tossir cubra a boca e o nariz com o seu antebraço. 



PASSAGENS AÉREAS

Em razão a pandemia de Coronavírus, as principais companhias aéreas do mundo estão emitindo informes e comunicados flexibilizando as políticas de remarcação ou cancelamento de voos.


AZUL

Passagens domésticas operadas pela Azul até 31 de maio de 2020 poderão alterar ou cancelar seu voo. Em casos de alterações, poderá mudar a data do voo sem cobrança de taxas de alteração desde que o novo voo seja realizado até 31 de maio de 2020. Porém se houver diferença tarifária entre a viagem original e o novo voo, esta será cobrada.

Em casos de cancelamento, poderá cancelar a reserva sem custo de taxa de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras. A validade do crédito é de um ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível.

Passagens internacionais com destino de/para Lisboa ou Porto, Estados Unidos e América do Sul previstos para mês de março de 2020, poderão alterar ou cancelar seus voos, conforme as regras, abaixo:

Para alterações: poderá alterar a data do voo sem incidência de taxas de alteração desde que o novo voo seja realizado até 30 de junho de 2020. Havendo diferença tarifária, esta será cobrada.

Para cancelamento: poderá cancelar a reserva sem custo de taxas de cancelamento, deixando o valor como crédito na Azul para compras futuras (validade do crédito: 1 (um) ano a contar da data da emissão do bilhete cancelado, sendo o valor pessoal e intransferível.)

Para mais informações entrar em contato com a Central de Atendimento da Azul no telefone (11) 4003-1118. 


LATAM

A Latam permitirá aos clientes com bilhetes emitidos entre 6 e 12 de março para voos internacionais a serem realizados até 31 de dezembro de 2020, que alterem a data e/ou destino. É permitida uma alteração por bilhete, sem multa, até 14 dias antes da partida do voo original, sujeita a diferenças tarifárias.

Já para bilhetes nacionais e internacionais emitidos entre 13 e 31 de março para voar até 31 de dezembro de 2020, a empresa irá permitir que o cliente altere a data e/ou destino sem custo (multa) sujeito a diferenças tarifárias. A mudança deve ser feita em até 5 dias antes da partida do voo original.

Os clientes que tiverem passagens com destino a Israel até 1 de abril e Itália até 30 de abril poderão viajar até 31 de dezembro de 2020, reprogramando a data ou destino da viagem sem multa, mas sujeito à diferença tarifária.

Para os voos cancelados, a Latam recomenda que acesse a opção “Reprograme seu Voo” no site. Se as alternativas oferecidas não atenderem às necessidades, o cliente poderá solicitar a remarcação do voo ou reembolso do bilhete por meio da Central de Atendimento.

Para mais informações, visite o site da empresa ou a central de atendimento 0300 5705700 ou (11) 4002-5700.


GOL

No sábado (14/3/2020) a GOL atualizou as suas regras de política de cancelamento e remarcações de voos durante a crise mundial causada pela pandemia de coronavírus. A regra é válida tanto para passagens para destinos nacionais como internacionais.

Quem estiver com bilhetes com reservas até o dia 14 de maio de 2020 poderá:

• Solicitar o cancelamento do bilhete sem custo e manter o valor em crédito para voos futuros. O valor ficará disponível para uso do cliente por até um ano após a data da emissão;

• Remarcar o bilhete para até 330 dias após a data da compra. Não haverá taxa de remarcação, somente diferença de tarifa, se houver;

• Pedir o reembolso da reserva sem taxa de cancelamento, no entanto, haverá a cobrança da taxa de reembolso conforme a tarifa adquirida.

A companhia também está oferecendo a mesma política para quem fizer uma reserva para voar até 14 de maio de 2020. Para realizar modificações em suas reservas que façam através do site, aplicativo GOL ou através da central de atendimento (0300 115 2121). Caso o seu bilhete tenha sido comprado através de uma agência de viagens, a tratativa é através da agência.


VOEPASS

A companhia aérea regional Voepass, ex-Passaredo, reduziu sua oferta de voos.

Para os voos cancelados, a cia está disponibilizando a reacomodação em outros voos operados pela empresa, ou a remarcação para voos futuros sem a incidência de qualquer multa ou penalidade. Todos os passageiros serão comunicados por e-mail.

Para os clientes que desejarem cancelar as passagens, os bilhetes serem remarcados sem a incidência de qualquer taxa de remarcação ou multa, e caso haja diferença tarifária, esta será cobrada.

Para os clientes não desejem realizar ou remarcar suas viagens, poderão utilizar o valor do crédito para utilização posterior, durante o período de um ano a contar da data do voo planejado.

Em caso de dúvidas os clientes podem entrar em contato pelo SAC 0800-7770297 ou pelo e-mail sac@voepassaredo.com.br. 


AEROLINEAS ARGENTINAS

Para bilhetes emitidos até 12 de março para voar para/de Estados Unidos, Europa e Ásia com data original de viagem até 31 de agosto:

• Alterações sem multa, pagando diferença de tarifa/milhas se houver para voar até 30 de novembro;

• Para devoluções, ver a regulamentação tarifária.

Para bilhetes emitidos até 12 de março para voar para/de todos os destinos incluídos voos domésticos (Exceto Estados Unidos, Europa ou Ásia) com data original de viagem até 30 de junho:

• Alterações sem penalidade, pagando diferença de tarifa/milhas se houver para voar até 30 de novembro.

• Para devoluções, ver a regulamentação tarifária.

Para os voos programados até 16 de março partindo para Roma, Madri, Miami, Nova York, se autoriza UNICAMENTE para aqueles passageiros que estejam regressando ao seu país de origem indistintamente da data de seu ticket:

• Alterações sem penalidade, pagando diferença de tarifa/milhas;

• Para devoluções, permitida em todos os casos sem multa.

A gestão de alterações de datas, rotas ou devoluções dos tickets deverão ser através do mesmo canal pelo qual foram adquiridos. Exceto aqueles tickets que tenham sido emitidos em aerolíneas.com deverão solicitar através dos escritórios, call center ou por Whatsapp +54 9 11 4940 4798 com código de reserva, data e destino. Os voos internacionais terão prioridade.


AEROMEXICO

Para as passagens emitidas antes de 9 de março com bilhete iniciado por 139 para qualquer destino internacional:

• Nenhuma taxa será aplicada, sendo a mudança de rota é permitida sem custo adicional. Em ambos os casos, se existir uma diferença de tarifa entre o bilhete original e o novo bilhete, essa diferença deverá ser paga no momento da alteração. Se o passageiro decidir não usar o serviço, o bilhete é válido por um ano a partir da data de emissão. A taxa de alteração aplicável e a diferença de tarifa serão aplicadas a novas datas de viagem. O valor não utilizado dos cupons pode ser emitido com uma nova passagem até 31 de outubro de 2020 (inclusive) para reservas com reserva e reemissão.

Bilhetes emitidos após 9 de março com bilhete iniciado por por 139 para qualquer destino internacional:

• nenhuma taxa será aplicada para as datas de partida, desde que a rota e a cabine permaneçam as mesmas. Caso haja alguma diferença na tarifa entre o bilhete original e o novo bilhete, essa diferença deverá ser paga no momento da alteração.


AIR CANADA

A companhia oferece alternativas aos passageiros com voos marcados para ou que passem pela China, Itália, Japão, Coréia do Sul e Irã. Clique aqui para ler as políticas de remarcação.

Para as passagens compradas entre os dias 4 e 31 de março de 2020, a Air Canada está oferecendo a possibilidade de alteração das viagens sem multa. A remarcação, no entanto, deve ser feita até 14 dias antes da data programada para o embarque.


AIR CHINA

A Cia tem uma das políticas de alteração ou reembolso das mais flexíveis.

Todos os bilhetes começando com o número 999 (incluindo bilhetes emitidos com milhas) adquiridos antes das 00:00 de 28 de janeiro de 2020 para voos operados pela Air China ou voos em parceria com código CA com uma data de viagem posterior a 1 de janeiro de 2020 (inclusive), podem pedir o reembolso sem custo adicional, que deve ser pedido antes da partida do voo. 


AIR EUROPA

A companhia cancelou todos os voos entre Madri e Milão e Madri e Roma entre 16 e 31 de março de 2020. Os clientes com voos cancelados serão reacomodados em outros voos da Air Europa, com possibilidade de alterar as datas de viagem ou pedir o reembolso.

Passageiros da Air Europa para a Itália com bilhetes que comecem por 996, emitidos até 23 de fevereiro para viajar até 15 de março poderão mudar a data do voo, conforme a validade do bilhete, ou mudar o destino e viajar até 15 de junho para outros lugares na Europa ou África. A companhia não cobra taxas para a remarcação, apenas diferença tarifária.


AIR FRANCE

O grupo Air France-KLM anunciou que vai reduzir sua oferta de voos de Amsterdã e de Paris em até 90% pelo menos durante dois meses. A empresa já havia suspendido seus voos para a China até 28 de março. A partir de 19 de março a companhia, em conjunto com a KLM, irá decidir se mantém a operação de um voo diário para Pequim e outro para Xangai. Os voos para Wuhan devem permanecer suspensos.

A Air France está oferecendo remarcação sem custo para todos os passageiros que tenham reservados passagens antes ou depois de 31 de março, com validade para viajar entre 3 de março e 31 de maio. A nova política é válida para bilhetes marcados para qualquer destino e a remarcação pode ser feita em voos até 31 de maio para o mesmo destino e classe tarifária.

As operações da companhia para a Itália estão mantidas por enquanto. Mas passageiros com voos marcados até 15 de março que preferirem adiar sua viagem para o país podem alterar a data sem custo para voar até 3 de abril.


ALITALIA

A evolução do Coronavírus na Itália e as consequentes restrições de viagens, a Cia flexibilizou as regras de remarcação até 31 de maio de 2020.

Todas as passagens emitidas até 3 de abril para viajar de 23 de fevereiro a 31 de maio, podem solicitar até 31 de maio (a solicitação também pode ser feita após a data programada da viagem):

• Alteração da reserva para viajar até 31 de dezembro.

• O reembolso com um voucher igual ao valor da passagem adquirida, válido por um ano, para voar para qualquer destino servido pela Alitalia.

Todas as passagens Alitalia (055) cujo voo tenha sido cancelado, podem solicitar até 31 de maio:

• Alteração da reserva para viajar até 31 de dezembro;

• Voucher de valor igual ao valor da passagem adquirida, válido por um ano, para voar para qualquer destino servido pela Alitalia;

• O reembolso da passagem.

Para alterar a sua reserva pode contatar diretamente a agência de viagens ou, para passagens adquiridas nos canais Alitalia, ligar para a Central de Atendimento (11) 3958-7959. 


AMERICAN AIRLINES

A American Airlines informa que vai suspender temporariamente todos os voos para o Brasil. Para os bilhetes comprados até 1 de março para todos os destinos da empresa e viagens programadas entre 1 de março e 30 de abril de 2020, a Cia está oferecendo isenção da taxa de alteração. A remarcação poderá ser feita para voos até 31 de dezembro de 2020 ou dentro de um ano a partir da data de emissão do bilhete, o que ocorrer primeiro. Se houver diferença de tarifa essa será cobrada.


AVIANCA INTERNACIONAL

A Avianca está oferecendo aos seus clientes a opção de alterar o itinerário sem penalidades se comprar bilhetes ou resgatá-los com milhas a partir de 9 de março até 31 de março de 2020, em rotas de e para os Estados Unidos, Canadá e Europa.


BRITISH AIRWAYS

A British cancelou todos os seus voos para Pequim ou Xangai até 17 de abril, oferecendo reembolso ou opções para remarcação das passagens. Além disso, a companhia está garantindo remarcação grátis em todas as reservas feitas entre 3 e 16 de março. 


COPA AIRLINES

A Copa está permitindo remarcação sem custo das passagens compradas entre 5 e 31 de março de 2020, para voos entre 5 de março e 15 de junho. 


DELTA

Passageiros voando com a Delta com bilhete expire em março ou abril está estendido para remarcar a reserva e a viagem até 31 de dez de 2020. Poderão remarcar seu bilhete uma vez sem cobrança da taxa de remarcação sujeito apenas a diferença tarifária. Os bilhetes comprados em março de 2020 também contarão com a possibilidade de uma remarcação sem incidência de multa.

Quem está viajando com origem, destino ou conexão na Europa ou Ásia até 31 de maio de 2020, poderá alterar o seu bilhete uma vez sem cobrança de multa. 


EMIRATES

Isenção de taxas para alterações nas reservas feitas até o dia 31 de março:

Bilhetes emitidos para viagens até 31 de maio

• Remarcações permitidas até 30 de junho;

• Mudança de itinerário permitida até 30 de junho somente para destinos selecionados A diferença de tarifa, se houver, será aplicada;

• Voucher de viagem com o valor da passagem;

• Reembolso de bilhetes não utilizados.

Para quem teve voo cancelado (não inclui Irã):

• Bilhetes emitidos até 31 de maio;

• Remarcações permitidas até 30 de junho;

• Mudança de itinerário permitida até 30 de junho somente para destinos selecionados Diferença de tarifa, se houver, será aplicada;

• Voucher de viagem com o valor da passagem;

• Reembolso de bilhetes não utilizados.


ETHIOPIAN

As taxas de alteração não são aplicáveis aos bilhetes emitidos a qualquer momento para viagens a partir de 1 março até 30 de junho de 2020. Se houver uma diferença na tarifa aérea ou nos impostos aplicáveis, devido à reemissão/redirecionamento do bilhete, será necessário cobrar o valor adicional. Os clientes podem alterar suas reservas para viajar até 31 de dezembro de 2020.

O reembolso será permitido gratuitamente se apenas o voo original mostrado no bilhete for cancelado. O reembolso total pode ser feito gratuitamente para datas de viagem entre 1 de março de 2020 e 30 de junho de 2020, emitindo um voucher de igual valor para ser utilizado dentro de um ano após a emissão.

Se for necessário reembolsar o voucher, será aplicada a regra aplicável no momento da compra do bilhete.


IBERIA

Para bilhetes emitidos até 11 de março e voando entre 1 de março a 30 de abril, a Cia permite alterar as datas ou solicitar um voucher para o valor do bilhete. Para solicitar o voucher é necessário preencher o formulário online. A alteração de datas pode ser efetuada até o dia 30 de novembro. Se preferir o voucher, este será válido até 31 de dezembro.


KLM

O grupo Air France-KLM anunciou que vai reduzir sua oferta de voos de Amsterdã e de Paris em até 90% pelo menos durante dois meses. A empresa já havia suspendido seus voos para a China até 28 de março. A partir de 19 de março a companhia, em conjunto com a Air France, irá decidir se mantém a operação de um voo diário para Pequim e outro para Xangai. Os voos para Wuhan devem permanecer suspensos. A companhia segue operando para a Itália, mas oferece flexibilidade para remarcação dos bilhetes.

Passageiros com voos para Milão, Veneza ou Bolonha entre 25 de fevereiro e 15 de março poderão remarcar seus voos para até 3 de abril.

A empresa recomenda alterar os planos de viagem online, por meio da seção “Minha viagem”. É possível solicitar um voucher com o crédito do valor pago, dependendo do caso.


LUFTHANSA

O conglomerado Lufthansa, Swiss e Austrian permite que o passageiro escolha entre a alteração da data da viagem ou reembolso gratuitamente.

Até 31 de março de 2020, as cias cancelarão as taxas de remarcação de passagem para todos os novos voos reservados globalmente e oferecerão a possibilidade de remarcá-la uma vez gratuitamente independente das condições da reserva realizada originalmente. Os clientes poderão remarcar sua viagem para uma nova data até 31 de dezembro de 2020 sem o pagamento de taxas de remarcação.

Para bilhetes emitidos antes ou em 5 de março com uma data de viagem até 30 de abril de 2020, o bilhete poderá ser remarcado dentro do período de validade original ou até uma nova data de viagem até 31 de dezembro de 2020 sem taxas de remarcação.

Para bilhetes emitidos antes ou no dia 12 de março com uma data de viagem até 30 de abril de 2020, poderá cancelar sua reserva sem gerar uma nova. Você poderá decidir até 1 de junho até reservar um novo voo. A nova data da viagem deve estar dentro da validade do seu bilhete ou até 31 de dezembro de 2020.


NORWEGIAN

A Norwegian não está cobrando taxa de alteração para reservas de viagens de todos voos internacionais (exceto nos países nórdicos) até 30 de novembro de 2020, para reservas feitas entre 6 de março e 22 de março de 2020.

As alterações serão feitas em outro voo em que haja disponibilidade no mesmo tipo de bilhete. Os destinos só podem ser alterados para outro voo internacional (exceto voos nos países nórdicos). A remarcação pode ser feita apenas uma vez. Toda a viagem (incluindo voo de volta) deve ser concluída até 30 de novembro de 2020. Qualquer diferença de preço entre o voo existente e o novo será aplicada. Não será fornecido um reembolso pela diferença de preço se uma tarifa mais barata for selecionada.

Caso a compra tenha sido através de agência de viagens ou terceiros, a Norwegian solicita entre em contato com eles.


QATAR AIRWAYS

A Qatar flexibilizou a política de remarcações. Para viagens até 30 de junho de 2020, as passagens podem ser alteradas gratuitamente. No caso, é possível mudar tanto as datas da reserva ou trocar a passagem por um voucher de viagem válido por um ano.

Passageiros com destino a Pequim, Xanghai, Guangzhou, Hangzhou, Chongqing, Chengdu ou Hong Kong com voos partindo até 31 de março podem solicitar a remarcação ou reembolso sem custo.


SWISS

A Swiss também flexíbilizou as regras para remarcação de passagens aéreas válidas para reservas já existentes e reservas futuras. A Cia vai isentar a taxa de remarcação de todos os novos voos reservados e oferecerá a possibilidade de uma remarcação gratuita independente das condições originais da reserva.

A isenção tem efeito imediato e estará em vigor até 31 de março de 2020. Para bilhetes já emitidos, a isenção se aplica a bilhetes emitidos até 5 de março de 2020 com voos cujo embarque acontecerá até 30 se abril de 2020. As viagens poderão ser remarcadas para uma nova data até 31 de dezembro sem o pagamento de taxa de remarcação.

A nova política de remarcação é válida independentemente das condições tarifárias. Os aeroportos de partida e destino devem permanecer os mesmos. Além disso, se a tarifa original não estiver mais disponível, a diferença tarifária correspondente deverá ser paga. A remarcação de passagens deve ser realizada antes da data original da viagem.


TAP

A TAP Portugal divulgou a suspensão imediata de algumas rotas devido à pandemia do novo coronavírus, são mais de 3,5 mil voos cancelados entre março e maio.

A Cia está garantindo a possibilidade de remarcação dos bilhetes emitidos entre os dias 8 e 31 de março de 2020 sem o pagamento da taxa de alteração associada. A alteração gratuita terá que ser solicitada com antecedência de 21 dias em relação à da data do primeiro voo, e é aplicável a todas as rotas TAP e a todas as datas de viagem.

Para passagens emitidas até 7 de março com destino a Itália, Estados Unidos, Israel, a alteração gratuita é aplicável e será cobrado apenas a diferença tarifária, caso exista. A nova data de viagem precisa ter início até 31 de dezembro deste ano ou até 12 meses desde a data original de emissão do bilhete e somente em voos operados pela TAP.

Para viagens posteriores a 31 de maio de 2020, a recomendação da TAP é aguardar a evolução da situação e verificar novamente junto da empresa quais as alternativas disponíveis.


TURKISH

A empresa vai permitir a reemissão sem cobrança de multa e/ou diferença tarifária para reservas emitidas até 12 de março, com embarque até 31 de maio de 2020. A alteração poderá ser feita somente uma vez para embarque em voos da companhia até 31 de maio.

Já os bilhetes emitidos até 31 de março com embarque até 31 de dezembro podem ser reemitidos sem cobrança de multa, porém a diferença tarifária deverá ser aplicada se houver. A alteração também só vale uma única vez, para voos até 28 de fevereiro de 2021.

Os clientes podem tirar dúvidas no (11) 3878-8199.


UNITED

A United suspende voos de São Paulo a Chicago e Washington a partir de 1 de abril.

A Cia vai isentar a taxa de alteração de todos os bilhetes emitidos – nacional ou internacional – com datas de viagem originais de 9 de março a 30 de abril.



ATRAÇÕES

Universal Studios Hollywood fecha temporariamente seu parque

O Universal Studios Hollywood anunciou que fechará temporariamente o parque na esperança de conter a propagação do coronavírus. O parque fechará ao público até 17 de março e reabrirá no dia 28 de março. Até o momento, o Universal City Walk deverá permanecer aberto ao público.


Disney suspende operações em Orlando, Paris e cruzeiros

A Disney fechará seus parques temáticos no Walt Disney World Resort, na Florida, e Disneyland Paris Resort, a partir de 15 de março de 2020. Os hotéis da Walt Disney World e da Disneyland Paris permanecerão abertos até novo aviso. Os complexos de entretenimento e restaurantes Disney Springs, no Walt Disney World, e Disney Village, na Disneyland Paris, permanecerão abertos.

A Disney Cruise Line também suspenderá todas as suas saídas a partir de sábado, 14 de março, até o final do mês.


Vail Resorts suspenderá operações até 22 de março

Com 37 ski resorts em três países, a Vail Resorts suspenderá todas operações até o próximo domingo (22/3/2020). A empresa reavaliar a operação das estações de ski até o final da temporada.


MGM fecha propriedades e suspende reservas até 1 de maio

A MGM Resort irá suspender temporariamente as operações de suas propriedades em Las Vegas, nos Estados Unidos, a partir de 17 de março de 2020. Já as operações de cassinos foram encerradas em 16/3/2020. As reservas para chegadas antes de 1 de maio não serão permitidas.


Em Roma, o Coliseu e outras atrações estão fechadas

O Governo italiano anunciou o fechamento temporário de locais turísticos em toda a Itália. Em Roma, o Coliseu e outras atrações estão fechadas até 3 de abril.



EVENTOS ADIADOS OU CANCELADOS

Lollapalooza no Brasil, no Chile e na Argentina

Festival Coachella na Califórnia

Festival Tomorrowland na França

Ultra Music Festival em Miami (EUA)

Festival SXSW em Austin (EUA)

E3, maior feira de games do mundo

‘Oscar’ de Bollywood

Shows de Madonna em Paris

Show de Miley Cyrus na Austrália

Shows de Maroon 5 na Argentina e na Colômbia

Shows de Alok nos Estados Unidos e na China

Shows de Billie Eilish no mês de março nos Estados Unidos

Turnê de Pearl Jam na América do Norte

Turnê de Tokio Hotel na América Latina

Turnê de Green Day na Ásia

Turnê de Avril Lavigne na Ásia

Turnê de The Who no Reino Unido

Turnê de Jota Quest na Europa

Turnê do Foo Fighters nos Estados Unidos

Turnê de Elton John nos Estados Unidos

Turnê do humorista Whindersson Nunes nos EUA

Lançamento dos filmes: ‘007 – Sem tempo para morrer’, ‘Velozes e furiosos 9’, ‘Um lugar silencioso – Parte 2’, ‘Mulan’, ‘Novos mutantes’ e ‘Espíritos obscuros’

CinemaCon em Las Vegas

Feira do Livro de Paris

Torre Eiffel e Museu do Louvre fechados

Museu do Prado e outros espaços de arte na Espanha

Bienal de Arquitetura de Veneza



CRUZEIROS

As principais empresas de cruzeiros marítimos flexibilizarem as políticas de remarcação devido ao avanço nos casos de coronavírus (COVID-19).


Costa Cruzeiros

A empresa suspendeu voluntariamente as operações globais de seus navios, impactando as viagens que seriam realizadas até o dia 3 de abril de 2020. Em um esforço para conter a emergência de saúde, a Costa Cruzeiros já havia alterado os itinerários de seus navios que desembarcam nos portos italianos até o dia 3 de abril, enquanto as operações da Costa na China estão suspensas desde o dia 25 de janeiro.

A companhia marítima está oferecendo o cancelamento gratuito e sem penalidade para as reservas novas e individuais efetuadas entre 9 de março e 30 de abril de 2020.

A política de cancelamento é válida para os cruzeiros internacionais da Costa ao longo de 2020, com embarques a partir de 1º de maio; e para todos os roteiros previstos na temporada 2021 no mundo, incluindo as viagens pela América do Sul e as travessias transatlânticas Brasil-Itália a bordo dos navios Costa Fascinosa, Costa Luminosa e Costa Pacifica.

Para garantir a gratuidade, o cancelamento do cruzeiro deve ser realizado até o dia 30 de abril de 2020. O benefício não será aplicado nas viagens que já tenham sido alteradas antes de 9 de março.


Disney Cruise Line

A Disney Cruise Line decidiu suspender todas as novas partidas a partir de 14 de março até 31 de março de 2020. A empresa oferecerá aos passageiros afetados um crédito para o cruzeiro ou um reembolso total. A empresa solicita que os hóspedes afetados contatem o seu agente de viagens esperem até a Disney Cruise Line entrar em contato.

Quem tiver reserva para travessias na Europa até 25 de julho poderá alterar a reserva até a véspera do embarque, assim recebendo um crédito de 100% para ser usado em futuros cruzeiros dentro de 15 meses da data original da partida. O crédito não é reembolsável e as taxas prevalecentes serão aplicadas.


MSC Cruzeiros

A MSC Cruzeiros tem realizado uma série de ações globais desde 24 de janeiro para garantir a saúde dos hóspedes e tripulação. Como medida preventiva, a empresa começou a verificar a temperatura termal dos hóspedes e tripulação em todos os portos e entradas.

Importante para hóspedes indo para os EUA a partir da Europa. Entrada nos EUA está fechada para a maior parte dos estrangeiros que estiveram em certos países europeus em qualquer momento nos últimos 14 dias antes de chegar nos Estados Unidos. Esses países incluem:

Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça. Isso não se aplica a residentes permanentes legalizados, em geral membros imediatos de famílias de cidadãos americanos e outros indivíduos que são identificáveis na proclamação. Essa restrição entra em vigor às 23h59 (EDT) no dia 13 de março de 2020 e a duração estimada é de 30 dias.

Hóspedes obrigados a cancelar seu cruzeiro pela razão acima vão receber uma carta de crédito de igual valor do cruzeiro cancelado, para ser utilizado em qualquer saída futura com embarque até o final de 2021 e vão receber um crédito a bordo de EUR/USD 100 por cabine, para cruzeiros cancelados de até 6 noites, e EUR/USD 200 por cabine, para cruzeiros cancelados de 7 noites ou mais. Esse crédito é reembolsável, válido para qualquer período do ano e pode ser combinado com qualquer promoção existente.

Qualquer pessoa que tenha viajado a partir da, para e pela China continental, Hong Kong, Irã, Taiwan, Coreia do Sul, Vietnã, Macau ou Itália nos últimos 14 dias (incluindo voos com escalas nos lugares mencionados). As mesmas regras se aplicam aos acompanhantes de viagem desses passageiros (pais, cônjuge, filho, irmãos ou acompanhante que compartilha cabine);

Apenas para a área do Caribe: Japão é considerado uma área de alto risco pelas autoridades locais. Por isso, qualquer um que viajou a partir do, para ou pelo Japão nos últimos 14 dias (isso inclui voos com escala no local) não poderão embarcar no navio (atualmente: MSC Meraviglia, MSC Divina, MSC Armonia, MSC Preziosa e MSC Seaside).

Para todos os navios embarcando em Miami: a partir de sábado, dia 14 de março, elevaremos ainda mais nossas medidas preventivas, em linha com a recomendação da Cruise Line International Association e o governo americano. Negaremos o embarque para:

Todos os hóspedes com condições médicas severas (doenças cardíacas, diabetes, doenças de pulmão) como especificado pelo CDC dos EUA.

Todos os hóspedes com 70 anos ou mais no dia do embarque ou que vão fazer 70 anos durante o cruzeiro, exceto se possuírem verificação por escrito de um médico certificando que não possuem nenhuma condição médica crônica e estão aptos a fazerem o cruzeiro.


Norwegian

Quem comprou cruzeiros até 30 de setembro de 2020 poderá cancelar sem custo até 48 horas antes do embarque, recebendo 100% do pagamento como crédito para uso futuro em qualquer cruzeiro até 31 de dezembro de 2022. Esta nova oferta se aplica a todos os novos hóspedes e aos que já estão com reserva em viagens a partir de 10 de março de 2020.


Royal Caribbean

A empresa anunciou que suspendeu os cruzeiros nos Estados Unidos por 30 dias, a partir da meia-noite de 14 de março de 2020.

Cruzeiros que partiram de portos dos EUA até 13 de março de 2020, operam seus itinerários programados. E os navios dos EUA já em viagem terminarão seus itinerários conforme planejado.

A Royal também criou uma política que permite o cancelamento em até 48 horas antes do embarque. A regra vale para passageiros tanto da Royal Carribbean como da Celebrity Cruises, Azamara e Silversea, e contempla tanto novas reservas como as já existentes, porém é importante que a data de saída seja até 31 de julho de 2020.

Os viajantes receberão uma carta de crédito com o valor total da tarifa de cruzeiro que poderá ser utilizado como o cliente quiser. No caso, será possível escolher um novo cruzeiro e uma nova data de viagem até 2021, quando o hóspede achar conveniente.


Pullmantur

O Grupo Pullmantur estão recusando o embarque no cruzeiro para qualquer pessoa que:

1. Tenha viajado de, para ou através da China, Hong Kong, Macau, Itália, Irã ou Coreia do Sul, nos últimos 15 dias.

2. Tenha entrado em contato com pessoas que viajaram nos últimos 15 dias de, para ou através da China, Hong Kong, Macau, Itália, Irã ou Coreia do Sul. É caracterizado pelo CDC como contato, a proximidade de no mínimo 2 metros de uma pessoa.

3. Tenha suspeita de infecção pelo COVID-19, tenha tido contato ou ajudou a cuidar de qualquer pessoa com suspeita ou que foi diagnosticada com o COVID-19, nos últimos 15 dias.

Além disso, exames de saúde obrigatórios serão realizados em pessoas que:

1. Apresentem quaisquer sintomas semelhantes a gripe ou estejam se sentindo indispostos.

2. Viajaram de, para ou através do Japão ou Tailândia, nos últimos 15 dias.

3. Não possuam certeza sobre o contato com pessoas que viajaram de, para ou através da China, Hong Kong, Macau, Irã, Itália, Coreia do Sul, Japão ou Tailândia, nos últimos 15 dias.

Em alguns casos, por discrição médica, é possível negar o embarque para aqueles que têm certos sintomas durante a revisão.

Recusa de embarque / cancelamento por qualquer um dos motivos acima (protocolos de saúde relacionados ao coronavírus) – e irão proceder com reembolso do valor pago à Pullmantur Cruzeiros.

Aqueles que cancelarem a viagem porque se sentem mal ou apresentam sintomas de gripe devem fornecer um atestado médico emitido por um especialista. Aqueles emitidos por um familiar ou clínico geral não serão válidos.

Além disso, a empresa irá oferecer um bônus de 50% da reserva (calculado sobre a tarifa da cabine), desde que a contratação ocorra antes de 31 de dezembro de 2020.

Cancelamento por outros motivos que não os protocolos de saúde relacionados ao coronavírus:

Todas as pessoas que desejam cancelar o cruzeiro por outros motivos que não os descritos acima (protocolos de saúde relacionados ao coronavírus) devem pagar as taxas de cancelamento correspondentes.

Para qualquer dúvida ou esclarecimento, entre em contato pelo telefone: (11) 4760-9313


Princess Cruises

A Princess Cruises comunicou que interrompeu as operações globais de seus 18 navios. A paralisação é uma medida de precaução para não contribuir com a proliferação do coronavírus pelo mundo e irá durar 60 dias.

Os passageiros que estão em viagem que termine após o dia 17 de março, finalizarão a viagem no local mais conveniente.

Mais informações no site da empresa.



SEGURO VIAGEM

O seguro viagem é um item essencial na viagem. No cenário atual do coronavírus, geralmente, as seguradoras costumam excluir de suas apólices coberturas de doenças ligadas a epidemias ou pandemias. Veja as principais seguradoras de viagens no Brasile o seu posicionamento em relação do coronavírus.


Allianz Travel

Os seguros Allianz Travel irão seguir atendendo seus clientes mesmo os que forem diagnosticados com o coronavírus, mesmo após a declaração da OMS da pandemia ao novo vírus.


Assist Card

A empresa comunicou em nota que irá continuar garantindo aos seus viajantes assistência médica para casos e sintomas relacionados ao Covid-19.


Ciclic

A Ciclic vai garantir as despesas médico-hospitalares causadas pelo novo coronavírus de seus segurados até que eles sejam liberados para retornar ao seu local de domicílio, limitado à cobertura contratada e respeitando o protocolo adotado em cada país.


April Brasil, Affinity, Seleto Seguros e ELO

As seguradoras informaram que irão oferecer assistência médica emergencial até o diagnóstico do coronavírus. Posteriormente, o tratamento para o novo vírus não está coberto nas cláusulas contratuais.



RESTRIÇÕES DE VIAGENS EM OUTROS PAÍSES

Argentina suspende voos dos Estados Unidos, Europa e China

O governo da Argentina suspendeu a chegada de voos com origem em países de risco, incluindo todos os países da Europa, Estados Unidos, China, Coreia do Sul, Japão e Irã. O plano de contingência também obriga permanecer em quarentena de 14 dias os viajantes que regressem ao país após viagem a alguma região de contágio do coronavírus. A cidade de Buenos Aires decidiu suspender todas as atividades turísticas e eventos públicas que possam reunir mais de 200 pessoas.

Israel exige quarentena de quem chega no país

O governo de Israel exige que pessoas que cheguem do Exterior, cidadãos ou estrangeiros, se isolem por 14 dias. A medida começou a valer no 12 de março como forma de evitar o novo coronavírus.

Dinamarca, Polônia e Chipre fecham suas fronteiras para estrangeiros

A cada dia novos casos na Europa do coronavírus aumentam e mais países adotam medidas emergenciais para tentar frear a pandemia. Dinamarca, Polônia e Chipre são os mais novos países europeus a restringirem a entrada de estrangeiros.

A partir de amanhã, as fronteiras da Dinamarca estarão fechadas para estrangeiros. “Os estrangeiros que não puderem fornecer um propósito digno de entrar na Dinamarca terão a entrada negada na fronteira”, disse o primeiro-ministro dinamarquês Mette Frederiksen, segundo a Reuters. A medida tem prazo de duração de 30 dias.

Na Polônia e no Chipre, uma ilha, a medida vale a partir de domingo. Todos os estrangeiros que não apresentarem permissões especiais serão barrados.

Na Polônia a medida tem validade de 14 dias e no Chipre 15. Além disto, todos os cidadãos poloneses que retornarem ao país serão obrigados a cumprir quarenta domiciliar de 14 dias.

A exceção nos três países é para a entrada de mercadorias, incluindo alimentos, medicamentos e matéria-prima industrial.

Outros países já viram adotando medidas semelhantes ou até mais restritivas. Na Itália e na Eslováquia há restrições a mobilidade dentro dos países. República Tcheca e Ucrânia também fecharam as fronteiras para estrangeiros. Na Suíça, somente cidadãos suíços podem cruzar a fronteira com a Itália.

Equador, Chile, Argentina, Colômbia, Paraguai e Peru fecham as fronteiras para tentar conter o coronavírus

Países tomam medida para tentar contar o Covid-19 e fecham as fronteiras. O Equador se tornou o primeiro país sul-americano a fechar suas fronteiras. Todos os estrangeiros serão proibidos de entrar no país a partir de 15 de março com validade e 21 dias, mas podem ser estendidas.

Governo americano suspende todos os voos da Europa para os Estados Unidos

O governo americano anunciou que vai suspender todos os voos da Europa com destino aos Estados Unidos durante 30 dias devido a pandemia do coronavírus. Os países são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Inglaterra, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos (Holanda), Polônia, Portugal, República Checa, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça.

Aruba também fechará suas fronteiras

A partir de 17 de março, a Aruba, no Caribe, estará com as fronteiras fechadas. A entrada no país só será permitida para residentes legais. A previsão é de que a fronteira seja reaberta no dia 31 de março de 2020.

Parte da Europa fecha fronteiras

Nove países da Europa decidiram fechar totalmente ou parcialmente as suas fronteiras devido à rápida propagação do novo coronavírus. A Alemanha fechará as fronteiras com os vizinhos França, Áustria e Suíça a partir de 16 de março. O governo espanhol determinou que a população que permaneça em casa. Em Portugal, a restrição imposta é de voos e cruzeiros vindos da Itália. Na Holanda, o funcionamento de bares, cafés, casas noturnas e restaurantes estão proibidos a partir de 16 de março. Na Suíça, o governo passou a controlar a fronteira com a Itália e estão proibidas reuniões com mais de 100 pessoas, e o funcionamento de bares e discotecas com mais de 40 clientes. O governo dinamarquês bloqueou as fronteiras para a entrada de todos os turistas até o dia 13 de abril.



CANCELAMENTO DE VOOS E ROTAS

United suspende voos de São Paulo a Chicago e Washington até 1 de maio

A United anunciou que vai suspender alguns voos internacionais devido ao coronavírus, entre eles as rotas de São Paulo (GRU) a Washington (IAD) e Chicago. Os voos estão suspensos entre 1 e 30 de abril. A companhia também disse que vai oferecer no período um mês de férias a seus pilotos.

Quem tiver voo para esses destinos durante a suspensão deve entrar nos telefones 0800-942-3372, (11) 3145-4200 ou 0800-16-23-23.


TAP Portugal suspende voos para o Brasil

A TAP Portugal diversas rotas devido à pandemia do coronavírus. Para o Brasil, as três rotas afetadas são:

Porto – São Paulo: suspenso até 16 de junho de 2020

Porto – Rio de Janeiro: suspenso até 16 de junho de 2020

Lisboa – Porto Alegre: suspenso até 30 de junho de 2020


American Airlines suspende todos os voos do Brasil até maio e 75% da malha internacional

A Cia decidiu suspender 75% de sua malha internacional até 6 de maio, devido à crise causada pela pandemia de coronavírus. Todos os voos do Brasil estarão suspensos. A paralisação internacional começa em 16 de março.


Air France-KLM anuncia redução de até 90% em oferta de voos

A empresa vai reduzir sua oferta de voos de Amsterdã e de Paris, onde estão seus hubs, em até 90% pelo menos durante dois meses. A atual situação devido à pandemia tem afetado diretamente na demanda, resultando em uma queda no tráfego e nas vendas das passagens nas últimas semanas.



ATENÇÃO: as informações disponibilizadas neste post foram obtidas a partir de e-mails informativos de empresas, comunicados públicos e sites de parceiros, e podem sofrer alterações a qualquer momento de acordo com decisões tomadas por cada empresa. Consulte regras de cancelamento e alterações diretamente com as companhias de aviação, cruzeiros e entretenimento.


A TSTour está dando todo o suporte necessário para os clientes que tem viagem marcada, em casos de cancelamentos e remarcação.

20 views

Unidade

São Paulo - SP +55 11 2387-8057   |   +55 11 99553-4341

contato@tstour.com.br

Rua Cajaiba, 943 - Sala 02 -  Vila Pompeia, São Paulo – SP 05.025-000

Siga-nos

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
certificado cadastur site.jpg

© TSTour 2015 - Todos os direitos reservados