Como o setor de Viagens e Turismo está se preparando para a retomada das viagens pós-pandemia

ATSTour traz para você, informações importantes sobre as precauções que o setor de Viagens e Turismo vem tomando para prevenir o contágio pelo COVID-19. São medidas preventivas que devem perdurar por tempo indeterminado, para que você possa voltar a viajar com menos preocupações. A TSTour te leva!



MEDIDAS DE PREVENÇÃO EM AEROPORTOS E PRÉ VIAGEM


INFRAERO ADOTA NOVAS MEDIDAS DE PROTEÇÃO DEFINIDAS PELA ANVISA    Diante da crise do Covid-19, a Infraero esclarece que o serviço aeroportuário nos 47 terminais sob administração da empresa está ocorrendo normalmente e a oferta de voos está seguindo a malha aérea definida pelas empresas aéreas e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 

  Dessa forma, a Infraero recomenda que se dirijam aos aeroportos apenas aquelas pessoas que precisam viajar de avião. Nos terminais, os viajantes encontrarão uma estrutura ajustada às medidas sanitárias determinadas pela Agência Nacional de Vigilancia Sanitária (Anvisa) para que todas as atividades ocorram com os cuidados que o combate ao coronavírus exige. Entre as medidas estão: 

- Estímulo ao uso de canais digitais para realização de check-in (aplicativos das empresas aéreas ou web-check-in); 

- Orientação de se evitar o manuseio de cartões de embarque impressos; 

- Recomendação de, se possível, usar cartões de crédito ou smartphone para pagamento de compras em lojas, restaurantes, lanchonete e serviços no aeroporto; 

- Uso de máscara por passageiros e pessoas em circulação nas áreas públicas do aeroporto, bem como o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) por empregados da Infraero ou outras pessoas que trabalhem nos aeroportos da empresa; 

- Divulgação de instruções de higiene, proteção e distanciamento social em sistema de som, painéis informativos de voos, cartazes e cavaletes distribuídos nas áreas de embarque e desembarque de passageiros e áreas operacionais e administrativas dos aeroportos; bem como banheiros, estacionamento e área de espera dos transportes públicos; além de conteúdos site, redes sociais e demais meios aplicáveis à Rede Infraero para prevenir e combater o Covid-19.

Confira as orientações da Infraero para prevenir o coronavírus:

- Monitoramento frequente da disponibilidade de álcool em gel, sabonete líquido e papel toalha em todos os seus aeroportos, além de reforçar a limpeza e desinfecção de toda a área de movimentação de passageiros, pontes de embarque, ônibus de embarque e desembarque e demais espaços de uso comum; 

- Distanciamento de pelo menos dois metros entre pessoas no aeroporto – com sinalização por meio de adesivos de mesa, piso e assentos, especialmente em locais como check-in, canais de inspeção, portões e pontes de embarque, esteiras de bagagem, áreas de alimentação, entre outros locais com fluxo de passageiros; 

- Orientação de evitar aglomerações em lojas, restaurantes e lanchonetes; 

- Organização, junto com as empresas aéreas, de maior espaçamento entre os passageiros nos embarque e desembarques de passageiros, seja em fingers ou procedimento remoto (ônibus ou a pé).



PROCEDIMENTOS DE PRECAUÇÃO E DESINFECÇÃO EM AERONAVES


A IFALPA (International Federation Of Airline Pilots Association) publicou um boletim de segurança intitulado “COVID-19 - Guidance for Crews” (COVID-19 - Orientação Para Tripulações). O boletim informa que a cabine por si só é um local seguro, desde que sejam tomadas as medidas de higiene adequadas. Isso ocorre porque o ar recirculado passa pelos filtros, que capturam as partículas do COVID-19 com um alto índice de eficiência. Quaisquer infecções detectadas na aeronave não ocorrerão por meio do ar recirculado, mas do contato direto ou de gotículas, ou seja, se uma pessoa espirrar ou tossir.  O Safety Bulletin orienta, também, que os tripulantes devem seguir algumas recomendações. Dentre as principais, estão: - Tripulantes e outras pessoas com algum sintoma de gripe não devem ir ao trabalho, evitando a presença de pessoas potencialmente infectadas na cabine e, assim, impedindo a propagação do vírus nas superfícies a bordo; - Procedimentos devem ser adotados para minimizar a exposição da tripulação ao pessoal de terra; - Todo o pessoal deve seguir as práticas de higiene adequadas antes de acessar a cabine. - Desinfectar todas as superfícies com papel descartável e álcool antes de iniciar os preparativos para o voo; - Usar álcool gel nas mãos com frequência e sempre antes de comer; - Evitar tocar olhos, nariz e boca. COMO É FEITA A LIMPEZA EM AVIÕES PARA EVITAR CONTÁGIO NOS VOOS   Para prevenir seus passageiros contra a COVID-19, as cias. aéreas tem tomado precauções extras. A higienização completa dos aviões envolve a limpeza dos assentos, cintos de segurança, apoios de braço, mesinhas, janelas, saídas de ventilação, compartimentos de bagagem, carrinhos de serviço, banheiro e portas. São aplicados desinfetantes bactericidas de uso profissional que contam com um princípio ativo que elimina o vírus da COVID-19 em 99,99% dos casos. Aeronaves são equipadas com um sistema de filtro de ar HEPA, que captura 99,7% de partículas microscópicas como bactérias e vírus ao promover a renovação do ar dos aviões a cada 3 minutos.Algumas cias. aéreas também instalarão nas aeronaves, suportes de álcool em gel, para ajudar os passageiros na higienização.   Além disso, de acordo com os processos estabelecidos pela IATA,cias. aéreas devem reforçar a limpeza de todas as aeronaves a cada voo e à noite, além de orientar os tripulantes para se atentarem as medidas de higiene recomendadas pelo Ministério da Saúde. Kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido abastecem os aviões a cada novo voo e estão à disposição para uso dos clientes e dos tripulantes. As cias. aéreas brasileiras estão trabalhando para de adequarem às normas de procedimento de limpeza, desinfecção e contaminação determinadas pela Anvisa.


PROTOCOLOS DE HIGIENIZAÇÃO - HOTELARIA E OUTROS ESTABELECIMENTOS


O Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC, na sigla em inglês) definiu uma série de protocolos para a indústria vencer a covid-19 com a confiança do viajante quando as fronteiras forem reabertas e, desta maneira, reativar o setor que há nove anos consecutivos cresce em ritmo mais forte do que a economia global.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e os centros de prevenção de enfermidades foram os denominadores buscados pelos especialistas do WTTC, que homologa critérios e com eles orienta toda indústria e o turistas. Algumas das principais entidades globais do setor de aeroportos (ACI), de cruzeiros (Clia) e aviação (Iata), também foram consultados, e em breve novos protocolos surgirão para essas áreas em específico, promete o WTTC. Há definitivamente um novo olhar do mundo inteiro sobre saúde e higiene, causado pela pandemia mais grave do século e ele fica cada vez mais palpável.

PROTOCOLOS PARA A RETOMADA PÓS-PANDEMIA

HOTELARIA - Limpeza profunda e lavagem das mãos entre funcionários, hóspedes e convidados; - Desinfecção dos cartões e chaves dos quartos e incentivo ao pagamento eletrônico; - Desinfetantes para as mãos a base de álcool em todos os andares, entradas e saídas; - Desinfecção de controles de TV, interruptores de luz, termostatos e maçanetas; - Limpeza e redução de capacidade máxima dos elevadores, assim como o incentivo ao uso de escadas; - Sempre que possível, entregar o café da manhã no apartamento e - Em caso de existência dos bufês, garantir que os hóspedes não manipulem os alimentos.

ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS - Limpeza profunda e distanciamento social com sinalização visual especial; - Uso de máscaras e, se possível, escaneamento térmico; - Incentivo ao uso de tecnologia em itens como mapas (digitais), gestão de filas, cardápios (eletrônicos) e compras (virtuais); - Disponibilização de dispositivos para pagamento sem contato e emissão de recibo eletrônico, além de wi-fi gratuito; - Disponibilização desinfetante para mãos nas entradas e saídas das lojas, banheiros e outros pontos de comum acesso; - Gerenciamento de assentos e filas de acordo com os requisitos de distanciamento social e - Limitação da capacidade máxima de estacionamentos para evitar aglomerações.



QUANDO TUDO ISSO VAI PASSAR PARA PODERMOS VOLTAR A VIAJAR?


É uma pergunta que todos estão fazendo. Na realidade, não há uma previsão exata de quando a pandemia vai acabar, já que o quadro do COVID-19 é diferente em cada país, e até mesmo em regiões dentro de um mesmo país. Alguns países, aos poucos estão iniciando a reabertura para o Turismo, porém com restrições, para o bem da saúde de todos. Da nossa parte, estamos dando todo suporte necessário para nossos clientes que precisam remarcar ou cancelar suas viagens por causa da pandemia. Também estamos aprofundando nosso conhecimento sobre destinos nacionais e internacionais. E claro, nunca deixamos de fazer orçamentos para nosso o público, sempre informando as regras de cancelamento e remarcação, essenciais neste momento.


Estamos atentos aos acontecimentos relacionados ao impacto do COVID-19 no turismo, para informar nossos clientes sobre as últimas atualizações. E sempre estaremos prontos para te dar todo o suporte nas suas viagens. A TSTour te leva!



20 views

Unidade

São Paulo - SP +55 11 2387-8057   |   +55 11 99553-4341

contato@tstour.com.br

Rua Cajaiba, 943 - Sala 02 -  Vila Pompeia, São Paulo – SP 05.025-000

Siga-nos

  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black Instagram Icon
certificado cadastur site.jpg

© TSTour 2015 - Todos os direitos reservados